sábado, janeiro 27, 2007

Uma ajudinha




Um site para ajudar a estudar ou a fazer trabalhos de Biologia e Geologia. Cortesia do Luís.

quinta-feira, janeiro 25, 2007

Aula de apoio #2 - ESSA - 10º G

ULTRA-ESTRUTURA DA MEMBRANA CELULAR

http://www.cientic.com/imag_membrana.html

É a membrana celular que mantém a integridade da célula. Ela actua como uma barreira, separando dois meios distintos, o meio intracelular e o meio extracelular., e como uma superfície de troca de substâncias, de energia e de informação entre esses dois meios. Como a membrana celular apenas permite a entrada e saída de determinadas substâncias, ela constitui uma barreira selectiva.

As membranas citoplasmáticas, bem como as restantes membranas das células, são complexos lipoproteícos constituídos, essencialmente, por lípidos (principalmente fosfolípidos, algum colesterol e, por vezes, glicolípidos) e por proteínas.

Os fosfolípidos e os glicolípidos são moléculas anfipáticas, ou seja, possuem uma extremidade polar que apresenta afinidade com a água, denominada hidrofílica, e uma extremidade apolar que não apresenta esta afinidade com as moléculas de água, denominada hidrofóbica.
O colesterol é um lípido insolúvel em água e está presente em menor quantidade que os fosfolípidos.
As proteínas membranares são moléculas que apresentam também zonas hidrofílicas e zonas hidrofóbicas.

Desde o início do século XX têm sido propostos vários modelos moleculares para a estrutura da membrana celular. Estes modelos estão sujeitos a constantes alterações, devendo, por isso, ser considerados representações hipotéticas baseadas em conhecimentos que se foram aprofundando sobre a composição, estrutura e função membranares.

O modelo de estrutura da membrana inicialmente proposto, em 1972, por Singer e Nicholson, é actualmente o mais aceite. Este modelo, também conhecido por Modelo de Mosaico Fluido, é unitário, uma vez que se aplica a todas as membranas existentes na célula.

De acordo com este modelo, a membrana é constituída por:
- Bicamada fosfolípidica, com as extremidades hidrofílicas das moléculas a formarem a face interna e externa da membrana e as hidrofóbicas a ocuparem o interior;

- Proteínas que, de acordo com a sua posição na bicamada, são designadas por proteínas intrínsecas ou integradas (encontram-se inseridas nesta dupla camada e fortemente unidas às extremidades hidrofóbicas das camadas de fosfolípidos, podendo, por vezes, atravessar a membrana de um lado ao outro – transmembranares) e proteínas extrínsecas ou periféricas (encontram-se à superfície da membrana e fracamente unidas às zonas hidrofílicas dos fosfolípidos ou de proteínas integradas). As proteínas membranares possuem composição e função diferentes. Algumas apenas têm função estrutural, outras intervêm na actividade celular como transportadoras de substâncias químicas através da membrana celular (permeases), como enzimas, catalisando reacções que ocorrem na superfície da célula ou como receptores de estímulos provenientes do meio extracelular;

- Colesterol, situado entre as moléculas de fosfolípidos da bicamada. Tem um papel estabilizador da membrana, pois evita que os fosfolípidos se agreguem, mantendo a sua fluidez;

-Glicolípidos e Glicoproteínas, localizados na superfície externa da bicamada. Em relação aos glicolípidos, apenas se sabe que desempenham um papel importante no reconhecimento de certas substâncias pela célula através da sua porção glicídica.

A membrana celular é uma estrutura dinâmica, uma vez que os seus constituintes realizam movimentos de que são exemplos a mobilidade lateral das moléculas de fosfolípidos e das proteínas, trocando na mesma camada de posição umas com as outras e, pontualmente, os movimentos de fosfolípidos de uma camada para a outra (movimentos de flip-flop). É esta plasticidade, evidenciada pela membrana, que justifica a designação de mosaico fluido atribuída ao modelo referido.

Movimentos através das membranas celulares

A célula recebe do meio extracelular substâncias essenciais ao seu metabolismo e liberta moléculas resultantes da sua actividade. Esta passagem de substâncias do meio extracelular para o meio intracelular, e vice-versa, ocorre através da membrana celular por vários mecanismos: osmose, difusão simples, difusão facilitada e transporte activo.

OSMOSE
- Mecanismo: Não mediado. As substâncias atravessam a membrana sem a intervenção específica de moléculas transportadoras.
- Esquema:

- Caracterização:
• Movimento de moléculas de água de um meio menos concentrado (hipotónico ou com menos pressão osmótica) para um meio masi concentrado (hipertónico ou com maior pressão osmótica).
• Quando os meios possuem igual concentração (isotónicos), estabelece-se uma situação de equilíbrio em que o fluxo de água que entra nas células é igual ao fluxo de saída.
• Na sequência dos movimentos osmóticos a célula pode:
1. perder água, diminuindo assim o seu volume celular. Nessa situação a célula diz-se plasmolisada ou no estado de plasmólise;
2. ganhar água, aumentando assim o seu volume celular e aumentando a pressão sobre a membrana/ parede celular (pressão de turgescência). Neste caso a célula diz-se túrgida ou no estado de turgescência.
No caso das células animais, a turgescência pode consuzir, em situações-limite, à ruptura da membrana celular (lise celular).
- Não há gasto de energia – transporte passivo.
- Substâncias transportadas: água.

DIFUSÃO SIMPLES
- Mecanismo: Não mediado. As substâncias atravessam a membrana sem a intervenção específica de moléculas transportadoras.
- Esquema:

- Caracterização:
• As moléculas de um soluto deslocam-se do meio de maior concentração para o meio de menor concentração (a favor do gradiente de concentração).
• A velocidade de movimentação do soluto é directamente proporcional à diferença de concentração entre os dois meios.
- Não há gasto de energia - transporte passivo.
- Substâncias transportadas: Oxigénio, dióxido de carbono e ureia.

DIFUSÃO FACILITADA
- Mecanismo: Mediado. As substâncias são transportadas por proteínas transportadoras.
- Esquema:

- Caracterização:
• As moléculas de um soluto deslocam-se do meio de maior concentração para o meio de menor concentração (a favor do gradiente de concentração) com intervenção de proteínas transportadoras - permeases.
• A velocidade de transporte da substância:
1. aumenta com a concentração;
2. mantém-se quando todos os locais de ligação das permeases estão ocupados (saturação), mesmo que a concentração aumente – velocidade máxima.
- Não há gasto de energia - transporte passivo
- Substâncias transportadas: Glicose.

TRANSPORTE ACTIVO
- Mecanismo: Mediado. As substâncias são transportadas por proteínas transportadoras.
- Esquema:

- Caracterização:
• As moléculas de um soluto deslocam-se de um meio de menor concentração para um meio de maior concentração (contra o gradiente de concentração) com intervenção de proteínas transportadoras – ATPases.
• Mantém um gradiente de concentração entre os meios intracelular e extracelular.
- Implica gasto de energia (ATP) - transporte activo.
- Substâncias transportadas: Iões Na+ e K+.

in: Preparação para o Exame Nacional 2006 - Biologia e Geologia- 11º ou 12º [ano 2], J. Reis, P. Lemos, A. Guimarães, Porto Editora, 2006

Coisas que já devia ter dito...

Já estão publicadas as regras para os exames de 2007. Se necessário, consultem aqui.


Não tenho vindo muito aqui, nem tenho espreitado noutros blogs porque este mês parece que tem coisas para resolver que não têm fim. Tem sido muito complicado conseguir fazer as minhas obrigações e as outras coisas que me dão prazer mas, a pouco e pouco, parece que vou resolvendo cada uma das complicações.

No final deste mês acho que terei todos os livros do bookcrossing que tenho comigo, lidos e a seguir viagem. Não actualizei a minha página, fica para outras núpcias. Os empréstimos, sobretudo os da PA, que são muitos, vão demorar mais um bocadito, mas acho que isso é esperado. Por uns tempos não me vou inscrever em mais bookrings porque não consigo mesmo dar conta do recado.

Na escola, finalmente, as coisas tomaram um rumo. Os alunos da noite, ao contrário do que ouvi ontem no discurso mensal do Primeiro Ministro, desistem no final do primeiro período. Temos pouquíssimos alunos que se mantém nas aulas, a maioria deles não tem a noção das suas limitações e falta de conhecimentos de anos anteriores, o que torna a nossa tarefa difícil, sendo quase impossível atingir bons resultados no final do ano. De dia, finalmente me entendi com a minha turma de Biologia Humana.

L.


Levei-os para a Horta Biológica no final do primeiro período, primeiro muito forçado, depois com algum prazer e, agora, não querem outra coisa. O Conselho Executivo vai conseguir arranjar alguns financiadores para as árvores e outros materiais de que preciso e, por isso, este ano, pela primeira vez, não vou pagar as despesas do projecto que abri. Fixe, nem tudo pode correr mal!

Todos


O meu carro já anda outra vez, e como dizem por aqui: Quem compra um Skoda, compra uma ...oda!, não havia nada em ferro-velhos, mecânicos ou outros lugares que desse para substituir o estúpido alternador que se avariou. Teve mesmo que ser um novo. As finanças comtinuam de rastos, portanto.

A casa velha, que ainda não consegui vender, continua num embróglio que falarei apenas quando o conseguir resolver. Desta vez, armei-me em besta, ameacei os administradores do prédio e os outros condóminos e, parece que vou conseguir levar a minha avante. Nunca pensei dizer-lhes o que disse...

O que compensa sempre todas as chatices são estes meus queijinhos. Ontem fui comprar leite, outra vez, para não variar muito. E continuo a querer uma vaca!

Milk and kids (by Loca....)

terça-feira, janeiro 23, 2007

Faça-se justiça aos serras da estrela


Uma lista financiada pelo governo italiano classificou os serras da estrela e os rafeiros alentejanos como raças das mais perigosas do mundo. Sobre os rafeiros não tenho muita experiência, mas os serras não têm razão de pertencer àquela lista.

Os serras da estrela são uma raça tipicamente portuguesa que remonta à época pré-romana. São cães extremamente dóceis para os donos que consideram como parte da sua matilha. Um serra da estrela é capaz de defender o dono em qualquer situação. São pacíficos para outros de dia. Os únicos perigos possíveis serão para desconhecidos que tentem trespassar o seu território (poderão entrar, mas menos provável será sair) de noite ou ataquem membros da sua matilha (principalmente os donos), podendo por vezes atacar quando a ameaça não é real, mas aparente (nunca tenham brincadeiras que possam ser interpretadas como ataque em frente a um serra que não seja vosso).

Portanto, o governo italiano que não fale do que não saiba, pois tenho plena confiança no meu caro Sr. Tomás.

domingo, janeiro 14, 2007

Fazem ideia quanto custa....

.... uma pôrra de um alternador? Eu faço, quase 500 euros que eu não tenho!

Foi de vez....

quinta-feira, janeiro 04, 2007

Diary...

2.1.2007

Today it's time to do some house stuff. As my family is a large one, I'm doing laundry all day long. This is the 3th time I went to the roof to pic up dryed clothes and put there some more to dry.
Not very interesting, I know, but need to be done.
:))

Laundry (by Loca....)


3.1.2007

Wednesday
This year I really love wednesdays cause I don't have any classes to teach, so I only have to go to work if we have meetings. That happens normally twice a month. I usually save a bit of the afternoon to go to the beautiful places around my city and charge batteries for the week.

Today was the first school day of this term and I didn't have to go all the way to Barreiro. So I went to Portinho da Arrábida beach, were I find inspiration all year long and took some nice photos. I walked for two hours along the beach, waited for the sunset to beggin, there's always great sunsets there and then came home and was blessed with three great smiley faces waiting for me.

I then went with my kids to eat a pizza (the kids are always asking for junk food and in my house they only get that sometimes), came home and played a bit.

I'm now ready to start another term in my school....
:))

Portinho da Arrábida (by Loca....)

segunda-feira, janeiro 01, 2007

Bom Ano de 2007

Queijinhos (by Loca....)


:))