sexta-feira, outubro 31, 2008

Porque os alunos contam, hoje e sempre!

Porque os alunos contam, hoje e sempre!


Caros amigos,

O Conselho Nacional de Educação propôs ontem acabar com os chumbos em todo o secundário e básico. Isso representaria que os alunos não teriam qualquer necessidade de se esforçar para passar.
Porque tal medida representa um enorme facilitismo contrário à promoção do esforço, porque desautoriza totalmente pais e professores e porque, em última análise, leva a uma diminuição de eficácia do sistema de ensino, penso que temos que manifestar a desaprovação pública.

Foi escrita pelo meu irmão uma petição online dirigida ao Presidente da República e ao Governo.

Por favor consultem o link abaixo. Leiam. Se concordarem assinem.

Petition online

Acreditamos numa sociedade democrática em que a população se deve fazer ouvir quando discorda das atitudes dos seus representantes.

Por favor façam passar esta mensagem

domingo, outubro 19, 2008

O Polquinho....

sexta-feira, outubro 17, 2008

quarta-feira, outubro 15, 2008

Venho requerer que não marquem faltas aos meus filhos, numa actividade extra-curricular, opcional e que eu não pedi para eles terem! Será possível?!.

Eu venho requerer que não marquem faltas aos meus filhos, numa actividade extra-curricular, opcional e que eu não pedi para eles terem! Será possível que tenha que ser assim?!.... (by Loca....)


A questão que se pôs foi de difícil resolução. As famosas actividades extra-curriculares, apregoadas pelo nosso primeiro ministro, como sendo já uma realidade em todo o país, não o são, de facto. Aos meus filhos e a muitos outros de outras escolas e outras cidades, apenas começou a haver a opção de frequentar estas actividades no 4º ano, último ano do 1º ciclo (1/4 do que o Sócrates apregoou!)
Mas, a opção de frequentar estas actividades não é, de modo nenhum, simples. À Câmara Municipal, exige-se, por lei, que contrate os professores necessários e arranje os espaços físicos, quando não os há, para que as turmas do 1º ciclo tenham acesso gratuito a estas disciplinas. De igual modo se lhes pede que se responsabilizem pelo transporte (ida e volta) dos meninos, quando há impossibilidade de leccionar estas actividades na escola que frequentam.
Aqui, e penso que este não será caso único, as actividades ocupam quatro dias da semana, começando às 11,00h e terminando às 12,30h, num local para onde estas crianças ainda não podem ir sózinhas. O transporte não existe, pelo que, apenas pais com horários horríveis como o meu têm possibilidade de levar e trazer as crianças. Da turma dos meus filhos, dos 24 meninos, apenas sete (1/3 do total) podem frequentar esta actividade, porque o que a lei diz não é cumprido e o transporte dos meninos não é garantido.
Mais, e aqui é que eu acho que é ridículo. Há três disciplinas, leccionadas por três diferentes professores mas, quando se pedem as actividades extra-curriculares, tem que se aderir ao pacote todo. Seria uma complicação a Câmara passar três cheques com valores diferentes a três pessoas distintas, sei lá a quantidade de impressos e requerimentos que isso implicaria.
Assim, eu que apenas pedi duas das actividades, tenho que andar para trás e para a frente, com requerimentos e pedidos e justificações de faltas de uma coisa que não pedi, que é opcional e que me estão a impingir como obrigatória.
Haja paciência!

quarta-feira, outubro 08, 2008

#2 - Estou quase a obter o meu diploma....

Recolhe um anúncio publicitário relacionado com a alimentação. Analisa-o e comenta-o.

Um dia.... (by Loca....)


"Este anuncio está chamativo e informativo vejamos o título:
colheita do dia --> chama a tensão
todos os dias? interroga o quê
sopa --> dá a informação

Não sendo com certeza uma sopa como uma sopa dita biologia. Pelo menos chama a atenção que se deve comer sopa, que é uma sopa com certos ingredientes que se devem comer, neste caso o grão por ex. esta leguminosa, contém alto teor de substâncias alimentares, valor nutritio e altíssima calorias, necessárias para pessoas desnutridas e fracas.
Na sua constituição encontramos ferro, cálcio, fósforo e também tem bastantes fibras. É aconselhado para a prisão de ventre, colesterol elevado, ossos e dentes. O espinafre é um dos vegetais ricos em vitaminas sais minerais entre outros. Possui valor nutritivo e fisiológico. Devido à sua quantidade de ferro é aconselhado nos casos de anemia.
Hora este anuncio pelo menos ensitiva as pessoas acomerem sopa, visto ser prático só aquecer tem grão espinagres que quem comer esta sopa pelo menos vai ficar com alguns vegetais, vitaminas.
A sopa é um alimento ensial, no qual todas as idades devem come-la."

Ai vou, um dia eu vou escrever este livro!!!!......

sexta-feira, outubro 03, 2008

Dia de horta

Miam.... (by Loca....)


Às vezes 45 minutos duram uma eternidade. Hoje foi um desses dias. Tinha planeado ir para a horta mais cedo se não fosse chamada para fazer substituição. Não fui, mas aproveitei o tempo na SP para pôr em dia trabalhos que estavam pendurados desde o princípio da semana. O tempo foi bastante produtivo, consegui pôr em ordem o resto dos apontamentos das aulas do 11º ano e, aproveitei para organizar o dossier de uma das turmas de EFA. Com tantos materiais, estou a começar a perder-me, tenho que os separar por turma rapidamente. A P. também estava para substituição e, também não foi chamada. Começamos a conversar sobre as actividades práticas que eles planearam para as turmas de dia e, acabamos a conversar sobre o protocolo da experiência de extracção do DNA que tinha planeado para hoje. Foi óptimo, algumas coisas que ela me disse, eu não sabia.

Quando fui para a horta pensava só ter tempo para arrancar as ervas daninhas dos morangueiros e regar os espaços que ainda estão cultivados mas, felizmente, o tempo deu para muito mais. Arranjei o espaço dos morangos, remexi os compostores, apanhei algumas ervas daninhas dos outros canteiros, reguei e apanhei essa imensidão de legumes que, apesar de muito pequenos, têm um sabor e um cheiro agradabilíssimos. Foi óptimo, já estava com saudades, esta semana não tinha conseguido tirar um bocadinho para lá ir.