quinta-feira, dezembro 14, 2006

Lá terá que ser...

Melancia do Rostev (by Loca....)


1. Três coisas que não entendo:

Injustiça
Política
Desenvolvimento embrionário das rãs

2. Três coisas que detesto:

Caldo verde
Arroz doce
Gente parva

3. Três coisas que me assustam:

O futuro dos meus queijos
A educação em Portugal
As discussões

4. Três pessoas que me fazem rir:

Têm que ser mais que três, mas dá para agrupar em três grupos:
Os Zês
Os meus clones: Francisco e António
A Carlota

5. Três coisas de que gosto muito:

Massa
Pintar
Fazer muitas coisas ao mesmo tempo

6. Três coisas em cima da minha secretária:

Postais
Pincéis
Frascos de tinta

7. Três coisas que estou a fazer neste momento:

A responder a esta treta
A comer
A corrigir trabalhos da escola

8. Três coisas que quero fazer antes de morrer:

Uma horta
Visitar o museu do Hundertwasser
Ir a Barcelona

9. Três coisas que sou capaz de fazer:

Deitar para trás das costas aquilo que não sei resolver
Brincar com os queijos
Fazer pão

10. Três coisas que não sou capaz de fazer:

Pregar pregos na parede
Substituir lâmpadas
Pintar sem me sujar

11. Três coisas a que devia dar ouvidos:

À minha mãe
Aos meus próprios conselhos
Aos meus queijos

12. Três coisas a que nunca devia dar ouvidos:

Gente parva com a mania que sabe tudo
Fofocas
À ministra da educação

13. Três coisas que gostava de aprender:

Fazer a licenciatura em Belas artes
Ser arrumada
Ignorar gente parva

14. Três comidas favoritas:

Massa
Melancia
Nozes

15. Três bebidas que bebo regularmente:

Água
Café com leite
Chá


16. Três séries de TV que via em criança:

Não via

17. Três coisas que vou fazer "amanhã":

Dar as notas das minhas turmas
Ir à festa de Natal dos meus queijos
Passarinhar no flickr

Três amigas/os que vou chatear:

A Jarreta
A Tânia
A Patiblue

6 comentários:

pikenatonta disse...

Ok, ok, fui apanhada... Prometo que vou responder a tudo!! Quando não sei!! :P

Bêjos

Patiblue disse...

També fui caçada!!!eheh pode ser agora ke recomeçe o blog :))

Rostev disse...

Adorei Gab...
O texto pareceu bem um resumo de vida e isso tudo a curto prazo.
Bem interessante a idéia... Abração.

Mishka disse...

Concordo plenamente com as partes sobre gente parva!
Beijinhos aos queijinhos lindos e para ti também!

Jarreta disse...

Mas porque carga d'água me vais tu chatear????
E ainda por cima serei logo a primeira.... diaxossssssss ;)

José Carrancudo disse...

O nosso País está a sofrer as consequências da crise educativa generalizada, resultado das políticas governamentais dos últimos 20 anos, que empreenderam experiências pedagógicas malparadas na nossa Escola.

Ora, devemos olhar para o nosso Ensino na sua integra, e não apenas para os assuntos pontuais, para podermos perceber o que se passa. Os problemas começam logo no ensino primário, e é por ai que devemos começar a reconstruir a nossa Escola. Recomendo a nossa análise, que identifica as principais razões da crise educativa e indica o caminho de saída. Em poucas palavras, é necessário fazer duas coisas: repor o método fonético no ensino de leitura e repor os exercícios de desenvolvimento da memória nos currículos de todas as disciplinas escolares. Resolvidos os problemas metódicos, muitos dos outros, com o tempo, desaparecerão.

Devemos todos exigir uma acção urgente e empenhada do Governo, para salvar o pouco que ainda pode ser salvo.